10 dicas para economizar energia (e combater as mudanças climáticas)

Dicas Para Economizar Energia Elétrica

Contribuir para mudar o modelo de energia para alcançar uma economia sustentável é mais fácil do que parece.

Como otimizar o modelo de consumo de energia e caminhar em direção à sustentabilidade? De acordo com as conclusões do relatório Cidades Sustentáveis ​​em Energia: A Transição de Energia Urbana para 2030, elaborado pela Deloitte, abordar as emissões ao nível urbano é a forma mais eficaz de combater as mudanças climáticas, atingir as metas do Acordo de Paris e melhorar a transição para sustentabilidade energética.

Embora seja verdade que os Governos são os principais responsáveis ​​por promover esta transformação e dar o exemplo com as suas ações, os cidadãos devem participar ativamente neste processo, com consciência e compromisso, uma vez que as nossas ações individuais podem contribuir de forma considerável para a concretização dessa transição.

Dez ações para promover a sustentabilidade energética

No nosso dia a dia podemos realizar ações que, tanto a curto como a longo prazo, permitem avançar para um modelo de energia mais limpo e eficiente.

Embora existam muitas ações que você pode realizar, deixamos aquelas com o maior potencial de você poupar e pela facilidade de implementação:

  1. Sempre que possível, aposte na mudança modal do transporte para meios não motorizados, como ciclismo, patinetes ou caminhada.
  2. Se você dirige, escolha um veículo elétrico. Para otimizar o uso de energia, dirija com eficiência evitando mudanças bruscas de velocidade, usando marchas altas e acelerando progressivamente, sem pressionar totalmente o pedal.
  3. Reabilite os elementos da sua casa que podem torná-la mais sustentável, como janelas, fachadas, telhados, isolamento térmico, etc. Esta ação pode economizar até 60% no consumo de aquecimento.
  4. Reduzir o consumo de energia na iluminação, utilizando lâmpadas de baixo consumo e sistemas de controle de iluminação inteligentes (smart lighting). Somente esta ação permitirá que você economize entre 70 e 90% no consumo de iluminação.
  5. Instale sistemas de controle de aquecimento, como termostatos, para ajustar o consumo de aquecimento às necessidades térmicas.
  6. Mude seu equipamento térmico para um mais eficiente, como uma bomba de calor ou uma caldeira de condensação a gás natural.
  7. Use aparelhos eficientes, de baixo consumo e baixa contaminação (A +++). Apesar de os eletrodomésticos mais eficientes serem um pouco mais caros, eles são pagos antes do fim da sua vida útil graças à poupança de energia que alcançam. Ao usá-los, verifique se eles têm a sua carga máxima.
  8. Desligue completamente a televisão, o computador e demais aparelhos no final de sua utilização, evitando deixá-los em modo de espera (stand by).
  9. Da mesma forma, desconecte carregadores de celular e outros dispositivos eletrônicos quando não estiverem sendo usados.
  10. Nos edifícios com superfície horizontal suficientemente grande, pode ser interessante estudar a implementação de sistemas de autoconsumo que permitam reduzir a dependência de fontes de energia externas. Atualmente, as baterias de armazenamento domésticas presentes em casas inteligentes têm representado um grande avanço nesse aspecto, pois permitem ter o excedente de energia solar gerada durante o dia.

Consciência social, um elemento-chave na transição energética

Alcançar uma economia sustentável em que a eficiência energética seja alcançada passa necessariamente pela transformação de nosso comportamento e hábitos de consumo. Neste contexto, é fundamental que os cidadãos apoiem iniciativas que promovam a economia circular – reutilizar, reduzir e reciclar – favorecendo a otimização dos recursos naturais e a conservação da biodiversidade global.

Para isso, os cidadãos devem ser informados dos impactos que geram as nossas ações, consciencializar quem nos rodeia para a importância dos pequenos gestos e ser capazes de introduzir as mudanças necessárias para alcançar definitivamente a sustentabilidade. Você se junta ao desafio?

Leia Também:

Automação residencial no lar: comodidade e eficiência energética

Leave a Reply