5 alimentos que auxiliam na limpeza da sua boca

De modo geral, especialistas da odontologia, seja de plano odontológico empresarial ou particular, indicam que os cuidados com a higienização são métodos mais eficientes para manter uma boa saúde. No entanto, além da higienização correta, existem alimentos que auxiliam na limpeza da sua boca e manutenção da saúde.

Contudo, assim como podem ser benéficos, se não consumidos adequadamente ou mesmo com dietas ricas em açúcar, pigmentação forte e outros alimentos industrializados, ao invés de contribuir com a saúde e a higiene, as refeições podem ser prejudiciais.

Com isso, os dentes ficam vulneráveis a ter doenças bucais, como cáries, gengivite ou periodontite.

Assim, é crucial conhecer os alimentos benéficos para a saúde e neste conteúdo disponibilizamos os benefícios de uma alimentação adequada e 5 alimentos que auxiliam na limpeza bucal.

Alimentos aliados da saúde bucal

Cada alimento influencia de alguma forma na flora bacteriana presente na boca, podendo tanto prejudicar, como já foi dito acima, quanto contribuir.

Assim, alimentos ricos em cálcio são os mais indicados pelos especialistas, seja de plano odonto empresarial ou particular, para a nutrição dos dentes, já que a estrutura dental é 95% composta desse nutriente.

Para isso, o cálcio pode ser encontrado em folhas escuras, como couve, ou em alimentos como ovo, leite e seus derivados.

Outros alimentos que também são altamente recomendados são os ricos em vitamina C, como laranja, limão e manga, que ajudam na cicatrização de pequenos machucados que ocasionalmente aparecem na boca.

Alimentos que contribuem na limpeza bucal

Existem os alimentos que agem como uma espécie de detergente e limpam os resíduos alimentares, que são ricos em fibras.

Portanto, os profissionais de plano dental para MEI, empresarial ou particular, podem recomendar junto a um nutricionista o consumo de alimentos como:

  • Maçã;
  • Pêra;
  • Cenoura;
  • Laranja;
  • Acelga;
  • Kiwi;
  • Melancia;
  • Coco;
  • Castanha;
  • Amêndoas;
  • Pepino.

Os alimentos “detergentes” previnem doenças como a gengivite, que se não for cuidada adequadamente pode vir a se tornar uma periodontite, ocasionando a perda dental.

Além disso, tais alimentos contribuem na prevenção de problemas como o mau hálito e cáries, ao equilibrar o pH da mucosa.

Esses alimentos que contribuem na limpeza bucal não só retiram os resíduos alimentares, como também auxiliam na produção de saliva e pH da boca, o que diminui a acidez e evita a proliferação de bactérias.

Além disso, conforme dizem os especialistas, seja de plano dental para mei ou mesmo de clínicas particulares, o consumo de água é muito benéfico para a saúde, pois além de limpar as bactérias e resíduos alimentares, contribui na produção de saliva – material que faz a limpeza natural da cavidade bucal.

1.   Maçã

Pertencente à classe de alimentos fibrosos, a maçã é uma grande aliada da alimentação saudável e higienização bucal.

Isso porque, por ser um alimento mais rígido, demanda uma alta mastigação, o que contribui para a regulação do fluxo salivar e fortalecimento da dentição.

Além disso, as fibras agem como “esponjas” naturais, removendo os resíduos alimentares e o biofilme, responsável pelas bactérias e doenças nos tecidos.

Por esse motivo, a fruta é uma excelente escolha para lanches entre as refeições, mantendo o corpo nutrido e a mucosa oral regulada.

2.   Laranja

A laranja é uma fruta rica em vitamina C, elemento que também compõe a estrutura dental.  Ou seja, ela contribui para a formação e fortalecimento dos dentes.

Além disso, por ser uma fruta cítrica, ela auxilia na manutenção do pH da mucosa, tendo esse elemento em valor mais baixo. Com isso, é possível neutralizar algumas bactérias e a ação de erosão que provocam na arcada.

A laranja também ajuda a combater o mau hálito, eliminando a saburra (placa branca acima da língua), e é uma fruta fibrosa, o que também contribui para a higienização e fluxo salivar.

3.   Cenoura

Assim como as frutas mencionadas anteriormente, a cenoura é um alimento (mais precisamente um vegetal) fibroso e rígido, o que significa que ela exige uma mastigação mais intensa, removendo impurezas dos dentes e aumentando a produção de saliva.

4.   Castanhas e oleaginosas

Além de ser uma alimento benéfico para o coração e cérebro, as castanhas e demais oleaginosas são grandes aliadas da saúde e higiene bucal – para além da escovação.

Isso porque elas também estimulam a salivação e regulação do pH da mucosa. No entanto, para além disso, as castanhas liberam um óleo que cria uma película protetora sobre os dentes, prevenindo cáries e bactérias.

Com isso, as oleaginosas também podem ser utilizadas como snacks em longas viagens e lanches entre as refeições, auxiliando em momentos em que a escovação não pode ser realizada.

5.   Água

Como mencionado, a água é um elemento fundamental para a regulação do fluxo salivar e do pH da mucosa bucal, além de remover resíduos da cavidade.

Assim, é possível manter a boca hidratada e livre de acúmulo de bactérias, que podem ocasionar, futuramente, em problemas bucais

Do mesmo modo, por contribuir com a regulação de todo o organismo, é comum que especialistas da área da nutrição, plano odontológico para MEI e demais modalidades de atendimento defendam a ingestão da água.

Inclusive, os profissionais indicam que, em média, dois litros de água devem ser ingeridos por dia para o pleno funcionamento do organismo, incluindo os rins.

Cabe ressaltar, no entanto, que apesar dessa média ser um consenso, conforme os hábitos, peso, idade e altura, pode haver uma variação da quantidade de água.

Para isso, apenas o acompanhamento profissional de qualidade, com planos de médicos e plano odontológico, pode contribuir com a identificação e orientações quanto à alimentação, suplementação e até litros de água na rotina diária.

Alimentos não substituem a escovação

Mesmo que os alimentos contribuam para a limpeza dos dentes, eles não substituem a escovação e demais hábitos de higienização bucal.

Ou seja, eles devem ser considerados quando se come fora e não há como higienizar a boca, ou mesmo para contribuir com a retirada dos outros resíduos alimentares.

Mas, ainda assim, é preciso cuidar da saúde bucal com as práticas fundamentais da odontologia, que se baseiam em escovar os dentes três vezes ao dia, passar fio dental e bochechar o enxaguante diariamente.

Além disso, também deve-se ir ao dentista a cada seis meses para que ele faça o acompanhamento da saúde e resistência dental, bem como a necessidade de tratamentos diversos, como a colocação do flúor ou clareamentos.

Assim, além da consulta com nutricionistas e endocrinologistas para uma alimentação balanceada, é crucial realizar o acompanhamento junto ao plano odontologico empresarial (ou particular) para avaliar a saúde dos dentes e, no caso do convênio, criar um plano integrado entre os profissionais.

Por fim, ao aliar o consumo consciente de alimentos nutritivos e saudáveis com as visitas regulares aos profissionais de saúde e higienização correta, é possível ter dentes mais limpos, brilhantes e fortes.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde.

Leia Também:

4 dicas para manter uma dieta saudável
7 dicas para treinar sem prejudicar a sua saúde
5 dicas de Tratamento para Estrias

Leave a Reply