Flange: O que é e quais os tipos?

Tweet Pin it
Flange

Você sabe o que é flange? Apesar de serem peças muito pequenas e simples, elas possuem uma importância gigantesca quando o assunto é realizar uma ligação entre tubos.

Bom, agora você já sabe que se trata de uma peça de ligação, mas existem muitas mais informações importantes sobre esse item que está presente em tubulações e outras áreas que necessitam de tubos conectados.

Vamos conhecer melhor essa peça chamada de flange e seus tipos para não errar quando for preciso realizar compra de peças? Então, continue lendo o conteúdo até o final para não perder nenhum detalhe sobre flanges. Confira.

O que são flanges?

Conforme citamos brevemente acima, flanges são as peças utilizadas para realizar a ligação entre os tubos. Normalmente, a montagem desta peça é feita em pares. É um item de fácil montagem, além de oferecer agilidade no processo e, se necessário, são facilmente desmontados.

A ligação não é feita por acaso, pois o flange pode oferecer uma boa vedação entre os tubos, além de auxiliar no funcionamento adequado da passagem dos fluidos sem vazamentos.

Adeamis, dependendo do conteúdo que está sendo transportado entre os tubos, essa vedação pode ser a diferença entre a ocorrência de um acidente ou não. Ou seja, é importante estar atento a esses detalhes ao comprar peças para a tubulação de indústrias – principalmente áreas químicas.

Tipos de flange

Existem diversas opções de flanges no mercado, cada uma tendo um destino específico. Conhecer cada um deles poderá te ajudar na hora de comprar flanges para algum trabalho. Vamos conferir?

Flange cego

Esse é o flange mais fácil de encontrar no mercado de tubos, sendo a opção mais comum que você irá encontrar. Diferente da maioria dos flanges, o flange cego não possui o furo no meio da peça.

Geralmente, utiliza-se o flange cego para vedar um tubo. Ou seja, ele se encontra mais nas extremidades de uma tubulação. Ele permite que, caso haja um interesse futuro, o tubo possa ser continuado, aumentando o sistema de tubulação.

Em resumo, ele irá garantir que o tubo vede aquele fluido que está passando por ali de maneira segura e sem riscos de vazamentos.

Com pescoço

O flange com pescoço tem esse nome, pois possui uma abertura alongada – como um pescoço mesmo, certo? Ele é utilizado para auxiliar na diminuição de pressão na base do tubo, fazendo isso por meio da transferência de tensão.

Portanto, é uma peça de vedação muito conhecida no mercado e utilizada em diversos sistemas de tubulações que transportam fluidos com alta pressão.

Flange solto

Usa-se o flange solto, ou Lap-Joint, em tubulações nas quais é necessário montar e desmontar os tubos com certa frequência.

Ele é facilmente girável, possibilitando que o processo seja feito com bastante eficiência e facilidade. São muito resistentes, sendo muito usados em tubos que transportam fluidos corrosivos – não se abalam com eles.

Por necessitar dessa desmontagem constante, eles não são soldados no tubo. Ou seja, são fixados apenas com parafusos. Mesmo assim, oferecem segurança e ficam muito bem presos no lugar.

Flange orifício

O nome já é bem sugestivo, ligando esta peça com a indústria que realiza montagem de placas de orifícios. Cada furo presente nessa peça é muito bem pensado para garantir que seja feita a medição correta de gases e líquidos que estarão percorrendo aquela tubulação.

Ele possui um diferencial a mais se comparado com os outros tipos de flange, que são os parafusos adicionais. Isso irá facilitar na hora de separá-los para uma manutenção necessária, por exemplo.

Flange roscado

O flange roscado é uma peça chave nas indústrias, também oferecendo grande vantagem na facilidade de montagem. São peças mais baratas e não exigem a soldagem da peça na tubulação.

Dessa forma, não é muito utilizado em tubos com alta pressão, sendo mais recomendado para temperaturas ambiente e pressões medianas.

Flange sobreposto

Essa peça é mais econômica do que o flange pescoço, também sendo de fácil aplicação. Ele precisa ser soldado, tanto no lado interno quanto no lado externo.

Utiliza-se muito esta peça em tubos que levam fluidos em diversas temperaturas. No entanto, recomenda-se evitar altas pressões nesses tubos.

Flange soquete

O flange soquete possui um visual comum entre os flanges, com o famoso furo no meio e as entradas para a ligação entre os tubos. É utilizado em diversos tipos de temperatura, embora a pressão deve ser um ponto de atenção – de moderada para baixo.

Atenção ao gradiente térmico ao utilizar o flange soquete. Isso porque ele pode sofrer com uma concentração de temperatura em um único ponto. 

Tipo raquete

Por fim, temos o flange raquete. Pois ele é uma peça de bloqueio, evitando que o fluido continue pela tubulação. Utiliza-se esta peça em casos onde é preciso fazer interrupções com certa frequência nesse transporte.

Possui um visual muito diferente das outras peças, principalmente por essa necessidade de fazer interrupções.

Postagens da mesma categoria

Minha Foto do WhatsApp Sumiu: o que fazer?
Saiba como posicionar seu site odontológico no Google
Como ver futebol pelo celular: veja os 3 melhores aplicativos
10 dicas para economizar energia (e combater as mudanças climáticas)
Automação residencial no lar: comodidade e eficiência energética

Deixe uma resposta