Saiba como alavancar seu negócio com técnicas de SEO

Técnicas de SEO

Notícias – Atualmente, técnicas de SEO são uma forma de garantir tráfego orgânico pelo Google ou outros sites de buscas. 

A otimização de um site é capaz de abrir as portas dos negócios na internet, independentemente do segmento de atuação ou das dimensões da empresa.

O aprimoramento com técnicas de SEO permite que as páginas sejam encontradas na web, a partir das pesquisas realizadas pelos usuários. 

Geralmente, as pessoas utilizam palavras-chave relacionadas aos temas que desejam pesquisar, o que também se aplica a produtos e serviços. 

Então, o buscador irá ranquear os resultados de acordo com critérios próprios, contemplando páginas com boas práticas de SEO.

Como as pessoas tendem a entrar nos primeiros sites apontados pelos buscadores, a meta das empresas deve ser sempre a primeira posição. 

Esse desafio exige bastante monitoramento e atualização constante, devido a eventuais mudanças nos algoritmos do Google, pedindo novos ajustes para a manutenção ou melhoria da posição.

Portanto, as técnicas de SEO demandam bastante dedicação para uma aplicação eficiente. Contudo, a otimização pode ajudar as empresas a aumentar a autoridade online, a relevância e a performance, impulsionando o negócio.

O que é SEO?

SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de buscas, do inglês) é um conjunto de técnicas cujo objetivo é posicionar o endereço entre os primeiros resultados no Google, ou em outros buscadores.

Na prática, trata-se da aplicação de diferentes configurações no site e no conteúdo, para que ele seja exibido entre os primeiros resultados.

O SEO parte do pressuposto de que os interessados procuram as empresas no momento em que mais precisam.

Basta lembrar das pesquisas realizadas no Google, nos momentos de dúvida ou necessidade, usando termos relacionados ao tema de interesse.

Os termos são chamados palavras-chave, e correspondem à forma exata como os usuários pesquisam. As práticas de SEO trabalham esses termos nas páginas, além de outros fatores.

Então, quando a plataforma combina o conteúdo oferecido pela empresa com a pesquisa dos usuários, que pode ser a palavra-chave peças para geradores em geral , por exemplo, a página é classificada entre as primeiras sugestões dos resultados para a pesquisa – desde que as técnicas de SEO estejam bem aplicadas.

De uma maneira geral, pode não ser fácil atingir a primeira posição no buscador, que é bastante concorrida. 

Entretanto, trata-se de um desafio bastante válido para aumentar as chances de a empresa ser encontrada na web de maneira orgânica, sem o pagamento de anúncios para isso.

Para se ter uma ideia, o SEO dá bastante trabalho, mas não exige investimentos como as mídias pagas, links patrocinados ou anúncios nas redes sociais. 

Por isso trata-se de uma grande tendência entre empreendimentos de, praticamente, todos os tipos.

As principais técnicas de SEO para otimizar o site da empresa

Pesquisas apontam para o crescimento do interesse das empresas em investir em SEO nos próximos anos. 

Portanto, é um fator chave para os empreendimentos se destacarem em seus mercados de atuação, facilitando também a vida dos consumidores, que encontram as informações que procuram mais facilmente.

Na hora de definir as técnicas de SEO, algumas se mostram indispensáveis para a otimização, e devem estar sempre bem ajustadas para garantir bons resultados. São elas:

  1. Pesquisa de palavras-chave;
  2. Produção de conteúdos de qualidade;
  3. Uso de URL amigável;
  4. Escolha de bons títulos para as páginas;
  5. Meta Tag Description adequada;
  6. Estruturação do conteúdo com intertítulos;
  7. Uso de plugin sitemap;
  8. Nome das imagens e atributo alt;
  9. Linkagem interna para outras páginas do site;
  10. Certificado de segurança SSL/HTTPs;
  11. Otimização para dispositivos móveis;
  12. Evitar erros 404 nas páginas.

1. Pesquisa de palavras-chave

Antes de criar um conteúdo, o primeiro passo é escolher a palavra-chave que será classificada no buscador. 

Para isso, é preciso fazer uma pesquisa, procurando sugestões que tenham alto volume de buscas. Uma ferramenta gratuita do próprio Google pode ser usada nessa fase, o Keyword Planner.

Outro método para entender como as pessoas estão buscando é com a digitação das principais opções de palavras-chave, verificando as sugestões com base nas pesquisas mais populares. 

No final da página do buscador também é possível visualizar consultas relacionadas. 

2. Conteúdo de qualidade

O conteúdo relevante funciona como uma moeda de troca no ambiente digital. Não importa o nicho de mercado, após a escolha das principais palavras-chave, é importante criar um material útil para os leitores com base nelas.

Para escrever um artigo de qualidade sobre tubo de aço galvanizado, ou outros tipos de produtos, uma dica é fazer uma pesquisa para verificar outros textos com boa classificação no Google e que estejam relacionados às mesmas palavras-chave.

É essencial que o artigo produzido seja original, de fácil leitura e que atenda às principais dúvidas dos usuários. 

Ademais, a cópia de conteúdos costuma ser até penalizada, além de ser mais difícil de ranquear materiais que não acrescentam novidades aos leitores.

Uma dica é investir em listas, tabelas, gráficos, vídeos e outros formatos, que valorizam os conteúdos relevantes e ajudam na absorção de informações.

3. URL amigável

A URL das páginas otimizadas em SEO deve explicar, exatamente, para os visitantes o que é o conteúdo que eles irão encontrar. 

O ideal é evitar ao máximo o uso de símbolos, números ou outras construções que não sejam amigáveis.

4. Bons títulos para as páginas

O título da página é uma das principais maneiras de chamar a atenção do visitante. Para o motor de pesquisa, ele também é o primeiro passo para a determinação da relevância do conteúdo.

Por isso, o título deve conter uma palavra-chave importante para o negócio, incluída estrategicamente. 

A palavra-chave pode ser “plástico bolha onde comprar”, que certamente tem alto volume de buscas, devido ao fato de ser uma dúvida frequente entre público-alvo deste produto.

O título deve ter menos de 60 caracteres, com a palavra-chave posicionada logo no início, de preferência. 

 

Assim, caso o título seja cortado pela SERP (Search Engine Results Page, ou página de resultados de busca, em uma tradução livre), isso não afeta a relevância da postagem.

5. Meta Tag Description

Assim como o título, o Meta Description deve ser muito bem planejado, e escrito em menos de 160 caracteres. 

Esse é o texto que aparece no Google como uma descrição dos conteúdos, logo abaixo do título, dentre os resultados da pesquisa.

A Meta Description deve fornecer as informações úteis sobre o conteúdo, incentivando a leitura de artigos sobre conversor de tensão ou outras soluções. Portanto, pode ajudar a atrair mais leitores para o blog.

6. Estruturação do conteúdo com intertítulos

Os títulos e subtítulos ajudam os leitores a compreenderem melhor os artigos, fornecendo uma contextualização mais detalhada, além de ajudar a organizar e harmonizar a informação.

Também é importante utilizar as tags de título, que vão do h1 (título 1) até o h6 (título 6), sendo que o indicado é aplicar até o terceiro nível, pelo menos. 

Sempre que possível, as palavras-chave e algumas variações também devem ser encaixadas nos títulos.

7. Uso de sitemap

O sitemap é uma espécie de mapa do site, que contém links para todas as páginas. 

Ele ajuda o mecanismo de buscas a rastrear mais facilmente as páginas do site de uma fabricante de equipamentos para trator Landini, para exemplificar. 

Geralmente o sitemap é feito com a instalação de plugins.

8. Nome das imagens e atributo alt

Quando as imagens das postagens não são nomeadas segundo as práticas de SEO, elas não são “lidas” pelo buscador. 

Mas, quando elas têm nome e atributo alt, é como se o produtor estivesse explicando ao buscador o assunto da imagem.

Isso aumenta as chances de o conteúdo ser classificado nos resultados de pesquisa, desde que a legenda explique os detalhes da imagem, como se fosse uma foto-descrição.

9. Linkagem interna para outras páginas do site

A inserção de link em uma página apontando para outra no mesmo site é a chamada linkagem interna. 

Ela ajuda no fortalecimento das palavras-chave usadas no site, e possibilita uma navegação mais completa.

É essencial que os links sejam relevantes para a postagem, agregando mais informações às leituras sobre gaxeta de borracha ou outros produtos. O texto âncora, que são as palavras clicáveis, deve ser claro e objetivo.

A linkagem interna ajuda no posicionamento, mas também auxilia na redução das taxas de rejeição, que é quando o usuário sai do endereço sem realizar nenhum tipo de ação.

10. Certificado de segurança SSL/HTTPs

O Google é um mecanismo de buscas que está em constante atualização e prioriza as páginas que se adaptam rapidamente a essas mudanças. 

Nos últimos anos, ele passou a priorizar nos resultados orgânicos sites com certificação de segurança SSL/HTTPs.

Atualmente, é possível fazer a migração tranquilamente, sem prejudicar a performance orgânica do site e contando com ferramentas gratuitas.

11. Otimização para dispositivos móveis

Outra atualização recente do mecanismo de buscas é a prioridade para sites que tem melhor apresentação em dispositivos móveis, com design responsivo.

O design responsivo detecta a resolução da tela, para ajustar o layout das páginas. 

O conteúdo sobre cavalete para vidro, ou outros tipos de instalações e decorações, é exibido sem distorções e necessidade de zoom em qualquer tipo de dispositivo. Assim, proporciona uma experiência positiva aos visitantes.

12. Evitar erros 404 no site

Para entender a importância de evitar os erros nas páginas, basta imaginar o sentimento de um usuário que procura “cadeira de rodas preço”, por exemplo, clica em um link pensando que irá conseguir tirar a sua dúvida e encontra uma página com erro 404. 

O resultado óbvio é uma sensação de decepção e a partida para outro site, provavelmente do concorrente.

Ao final, um site atualizado e seguindo boas práticas de SEO consegue uma boa posição no principal mecanismo de buscas. Assim, a empresa tem mais visibilidade online, conquistando mais potenciais clientes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Reply